Especiais

Loading...

segunda-feira, 17 de abril de 2017

PARUSIA, DEPOIS DA PÁSCOA

Mais sobre páscoa no link: Páscoa, cordeiro ou coelho?


        A semana da Páscoa Cristã é a celebração do derramamento do sangue de Jesus Cristo na Terra e sua ressurreição. Como se sabe, o sangue é o veículo do Espírito e por meio do sangue derramado na cruz a Terra recebeu em seu interior o Espírito de Cristo que desde então sustenta o planeta até onde a vista não alcança.
Na tradição Cristã, a Parusia é o nome dado à segunda vinda de Cristo. As linhagens exotéricas devocionais (filhos da água) celebram esse mistério na comunhão do rito sagrado na missa; de maneira complementar, as linhagens esotéricas ocultistas (filhos do fogo) compreendem que esse mistério pode ser vivenciado por cada um que se desenvolveu em seus corpos sutis ao ponto da possibilidade de uma vivência pessoal com o Cristo ressurreto. Isso é possível a partir do desenvolvimento do corpo etérico ou vital, o primeiro corpo transcendente acima do corpo físico.
A respeito desse corpo, Rudolf Steiner, Max Heindel e Corine Helline escreveram obra considerável, assim como exercitá-lo com base no desenvolvimento do caráter e da excelência silenciosa do viver saudável.
Na tradição bíblica, a experiência de Paulo em Damasco é ilustrativa desse encontro suprassensível em Cristo. Paulo designa esse corpo em suas cartas na bíblia como corpo alma (soma psuchicon – I Cor. 15:44).
Sobre isso tudo, e enquanto trabalhamos diligentemente sobre nossos veículos, uma poesia de um amigo, o Pompeu Salgado, que já esteve entre nós aqui pela Terra:
Nascimento de Cristo em Cada Homem
Cristo está em cada homem,
Fraquinho, pois eles não se movem.
Para isso a espiritualidade devem percorrer,
Mesmo com perigos a correr.

Vamos nossos erros lamentar,
De arrependimento chorar,
Após isso a Deus orar.

Dessa forma Cristo renascerá
Dentro de cada um de nós.
Insistindo nisso, Ele mais crescerá.

Boa Parusia a todos!!


4 comentários:

  1. Estimado Ricardo,

    Foi com grande satisfação e surpresa que vi a palavra “Parusia” em seu post. A Parusia (Parousia) juntamente com a Epifânia (Epiphaneia) e a Revelação (Apokalupsis) enfatizam a presença, a manifestação e a revelação na segunda vinda do Senhor Jesus.

    É interessante notar que o mundo continua sem perceber e sem se perturbar que um novo Rei está no nosso meio. Cristo Jesus foi coroado Rei dos reis com suprema autoridade, mas o mundo na sua confiança carnal não entende e nem sabe daquilo que está por trás do véu do destino.Uma nova vida está sendo gentil e secretamente cuidada, para dentro de algum tempo ser manifesta. Assim Jesus virá secretamente, primeiro como os antigos cristãos gregos chamavam a “Parousia”, Sua presença no ar. E depois a Sua vinda na “Epifânia”, a luz de Sua manifestação.

    Entendo que o seu artigo vem numa hora bastante oportuna! Pois precisamos acordar!

    Deus o abençoe.

    Um grande abraço,

    Gerson

    ResponderExcluir