Especiais

Loading...

sábado, 18 de fevereiro de 2017

SOBRE POLÍTICA - PIERRE TEILHARD DE CHARDIN

No texto abaixo, Chardin sugere o Cristianismo como alternativa aos regimes políticos atuais. Um exercício para a imaginação...


"Em caso algum o Cosmo poderia ser concebido, realizado, sem um Centro supremo de consistência espiritual. Não apenas por força das fórmulas especiais da União criadora, mas em qualquer Metafísica que se preze, imaginar a criação Isolada de um átomo ou de um grupo de mônadas seria absurdo: o que é desejado e obtido, na Criação, é primeiro o Todo, e em seguida o resto nele, depois dele. Em qualquer hipótese, o Mundo, para ser pensável, exige ser centrado. Por conseguinte, a presença à sua frente, de um ômega nada tem a ver com o fato de sua “elevação sobrenatural”. O que faz exatamente a característica “graciosa” do Mundo, é que o lugar de Centro universal não foi dado a um nenhum supremo intermediário entre Deus e o Universo; mas foi ocupado pela própria Divindade, - que nos introduziu, assim, in et cum Mundo, no seio trinitário de sua imanência.
Em suma – o Mundo é uma vasta Cosmogênese? Cristo é o motor. Essa Cosmogênese é processo que se orienta? Cristo é seu alvo, Cristo a atrai. Alfa e ômega, Cristo é um ser em que o Pessoal se expande até se fazer Universal. O Cristianismo impregna, então todo um programa que, ao mesmo tempo, ultrapassa as correntes confusas da Democracia decadente, do Comunismo e do Fascismo nascentes e se superpõe aos ateísmos militantes, aos espiritualismos desencarnados, às religiões anêmicas. Não é mais necessário, portanto, procurar a “ponte” entre as naturezas ou as Coisas num Universo em que a unidade é o estado de equilíbrio para o qual tendem os seres, espiritualizando-se."

Pierre Teilhard de Chardin

domingo, 12 de fevereiro de 2017

SAÚDE E DOENÇA - DOIS LADOS DA MESMA MOEDA III

TEXTOS AFINS:


Colunas de saúde nos jornais falam sobre doenças, programas de saúde enfocam nas doenças, os órgãos de saúde só são utilizados por pessoas em estado de doença. Ministério da saúde adverte enfocando a doença. Faria sentido um ministério só para a doença e outro apenas para a saúde? Saúde na comunicação em primeiro lugar, saúde na educação, saúde na justiça, saúde social e saúde econômica.
Precisamos de um plano de saúde! Mas não desses usados quando não há mais tempo, melhor denominados planos de doenças. Doença e dinheiro são parceiros, assim como o fazem saúde e consciência. A principal campanha de vacinação é a vacinação consciencial. O momento atual pede a troca das pílulas de doença por pérolas de saúde, preservar o bem maior (saúde) e não correr atrás do prejuízo (doença) quando já é tarde.
Um primeiro passo nessa direção implica em fazer as perguntas adequadas para que o incômodo inicial gere o movimento da consciência:
O que é mais importante para um ser humano, formação ou informação?
A mídia promove a formação, informação ou deformação do pensar?
A Universidade forma, informa ou deforma os alunos?
A estrutura familiar forma, informa ou deforma seus filhos?
Não é possível propor qualquer sugestão de melhora social se desviarmos o olhar de questões fundamentais que a princípio podem incomodar. Afinal, informação sem que a pessoa seja formada acaba em problemas ou em alguém querendo tirar vantagem de outrem. Quando se opta por um sistema que deforma e anestesia, o efeito colateral é a impossibilidade do despertar que impulsione o interesse das pessoas na direção da saúde. Acertar requer esforço e quando se vive em um meio que prega a lei do mínimo esforço não surpreende o atual estado das coisas.
Se pensarmos por analogia em um rio contaminado e como tratá-lo, as diferentes estratégias das medicinas da saúde e da doença podem ser mais bem compreendidas. Uma medicina que enfoca a doença vai atacar a contaminação de frente, colocando barcos para drenagem do lixo, aprofundando o leito do rio, jogando substâncias químicas, tentando aumentar o seu fluxo cimentando as bordas e assim por diante, como se sabe. Note que o tratamento aqui vai em direção ao resultado imediato e que seja sentido pelo “paciente” em pouco tempo, daí a intervenção ser tão intensa ao ponto de agir sobre a própria “anatomia” do rio, desconsiderando sua “fisiologia”, como se ele fosse um objeto ou uma máquina a ser consertada.
A mesma situação vista pela medicina da saúde adquire perspectiva bastante diversa. O rio, como se sabe, é uma espécie de ser vivo, tem uma nascente, comporta vida em si, interage com o meio ambiente por onde passa e finalmente assim como nasce tem uma foz onde deságua e se religa ao mar. Assim a medicina que enfoca a saúde vai agir de forma mais profunda apesar de menos agressiva, se valendo da própria vida do rio como fonte propulsora para seu tratamento. Chegando às causas da contaminação a medicina da saúde age inibindo os agentes contaminantes. Isto pode ser muito complexo, pois no caso do rio os poluidores são empresas e pessoas ligadas às esferas do tecido produtivo nacional, eventualmente populações de moradores de edifícios, sejam suntuosos ou “malocosos”, à beira dos leitos onde despejam seus esgotos. Deixar de depositar o esgoto no rio implica em um grande sacrifício para todos, pois elevará gastos com obras de infraestrutura, além de terem efeitos apenas no médio ao longo prazo.
O mesmo acontece quando uma pessoa doente precisa abandonar os maus hábitos que a conduziram ao adoecer, requer esforço e sacrifício pessoal. Apesar de ser óbvio o que fazer, muitos preferem intervenções rápidas e paliativas que permitam o retorno aos mesmos hábitos a uma revisão geral seguida pela mudança comportamental. É importante notar que o próprio rio tem vida e poder de recuperação, caso deixemos de destruí-lo, o mesmo ocorrendo com a saúde. Se para o rio ficar saudável o lema deve ser: “vamos trazer os peixes de volta ao rio”, para o corpo são o lema é: “vamos deixar de ser dormentes e nos tornar seres conscientes”.
É clara a importância e a complementaridade entre as duas medicinas, mas fica agora gritante em que implica a prática da medicina da doença sem a percepção ampliada da medicina da saúde. Salta aos olhos a falta de sentido e o desperdício que é tratar doenças sem concomitantemente cuidar da saúde.
A medicina da doença se baseia na cura e na prevenção; a medicina da saúde por sua vez na preservação e na promoção. Duas medicinas que se complementam sendo a segunda superior à primeira. Prevenir e curar doenças são importantes, mas preservar e promover saúde são fundamentais. Mas afinal qual a diferença entre promover saúde e prevenir doenças? A diferença é toda. As pessoas se previnem geralmente por medo ou receio de que algo lhes aconteça, e por isso fazem seguros ou planos que supostamente as protegeriam. No entanto a própria tentativa de se proteger promove um estado interior de retração ou contração, devido ao medo. Este medo age gerando reflexos em todas as esferas do ser, principalmente sobre o tônus vascular promovendo hipertensão, e sobre o tônus imunológico promovendo imunodepressão. Assim, a aparentemente simples atitude de se prevenir implica em uma atitude reflexa de receptividade a experiências e estados mórbidos que naturalmente acompanham os seres amedrontados em relação aos desafios da vida.
Oposto disso, o promover saúde, coloca o ser em estado de expansão e entrega confiante ao viver, anticorpos naturais para situações sombrias, que ainda que ocorram serão menos traumatizantes e mais construtivas. Promover saúde é expandir a consciência, a partir do que uma prevenção natural sobrevirá. Entretanto agora não gerada pelo medo, mas pelo interesse e prontidão em viver de forma a sempre ampliar o horizonte de possibilidades. Apesar de não ter a suposta certeza de uma segurança comprada, ser o melhor que posso e estar pronto para o que der e vier abrem a vida para a graça, assim como a flor recebe a chuva. Viver com medo dificulta o contato com a graça, que apesar de independente, não chega aos desgraçados fechados à sua visita pelo medo.
Mas porque afinal as colunas de saúde dos jornais só falam em doenças? Quem ganha com isso? Porque os órgãos responsáveis enfocam nas doenças e falam tão pouco em saúde? Se campanhas de vacinação movimentam o mercado e as correspondentes verbas governamentais, tudo bem, mas é fundamental a contraparte que requer verba ínfima comparativamente e que diz respeito à vacinação da consciência das pessoas para questões importantes de saúde pública.
O artigo: Ricos aceitam melhor publicidade em escolas mostra a relevância da questão ao comparar a diferença entre a legislação dos diferentes países (EUA, Alemanha, Portugal e Brasil) em relação ao marketing infantil assim como o cuidado que cada país tem com a forma como suas crianças são educadas. Se os atuais planos de “doença” se beneficiam do sofrimento de seus associados e da exploração dos profissionais de saúde, urge que busquemos planos de saúde que enfoquem a saúde e estimulem seus clientes numa verdadeira relação de sócio em que o pagador receba orientações que expandam a consciência fazendo a vida ser sinônimo de saúde plena.
Na educação para a saúde a formação (educere) da pessoa tem valor superior ao da informação (educare). O ser pleno e saudável tem boa formação de maneira geral, tendo o SER primazia sobre o TER. Somos seres humanos e não teres humanos, lembrando que o caminho para a doença começa quando a vida se afasta do SER na direção do TER do mesmo modo que a saúde e a vitalidade aumentam na direção do SER.
Ser implica em consciência, lanterna do homem saudável e espelho para o homem doente que vendo-se refletido no exemplo a ser imitado encontra referência e fonte de inspiração para sair da horizontal do adormecimento e entrar na vertical do despertar.
Você pensa a esse respeito?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ESPERMIDINA E MEMÓRIA - NEUROCIÊNCIA E FILOSOFIA



Em alguns homens, as funções digestivas e sexuais absorvem o poder vital, e quanto mais fortes são estas, mais o indivíduo é fraco. Quanto mais perecem destas vespas, tanto melhor é para a colmeia. Se, mais tarde, derem origem a algum indivíduo superior, que possua bastante força para acrescentar uma nova aspiração a esse ser animal e meios completos para realizar, esquecer-se-ão com alegria todos os antepassados. Muitos homens e muitas mulheres são simplesmente um casal a mais. De quando em quando, uma pequena célula ou câmara nova se abre no cérebro de um deles – aptidão que não modifica de modo algum a classe do ser na escala da natureza, porém serve para passar o tempo, continuando como antes a vida sensual.

LINKS:


           Aquecendo os motores para o carnaval, algumas considerações sobre sua matéria prima, claro com o máximo de pudor, respeito e rigor científico que o tema demanda!
Sexo, drogas (álcool) e rock’n roll (carnaval) compõem uma trindade com um exército de seguidores que sempre causou surpresa aos cultores de outras trindades menos libertinas. A antropogênese, criação do homem, é terreno movediço, especialmente quando nos permitimos aprofundar em diferentes abordagens e aspectos do assunto. Vejamos assim uma pitada a esse respeito quando comparamos um estudo recente, mencionado na revista Ser Médico do CREMESP número 77 de dezembro 2016, com escritos da filosofia rosacruz, por Max Heindel.

FRAGMENTO DA REVISTA SER MÉDICO:
      Para não esquecer,
      Não é novidade que a capacidade de memorização de muitas pessoas diminui drasticamente com o envelhecimento, devido à alteração nas sinapses, conexões entre os neurônios responsáveis pela formação de memórias. Mas não precisa ser assim. Segundo um artigo publicado, recentemente, na revista Plos, uma substância natural produzida pelo próprio corpo pode evitar, por exemplo, o Mal de Alzheimer. O estudo, feito por pesquisadores de universidades de Berlim, Göttingen, na Alemanha, e Graz, na Áustria, concluiu que a espermidina, composto orgânico envolvido no metabolismo celular, pode ajudar a evitar alterações sinápticas relacionadas com a idade. Ao atuar nos neurônios, o composto protegeria as sinapses da perda de memória típica da idade.

ACESSE AQUI O TRABALHO NA ÍNTEGRA:

Resumo do trabalho:
Acredita-se que as memórias são formadas por grupos de sinapses que mudam seu formato estrutural com atividade. A eficácia da formação de novas memórias declina com o avançar da idade, mas as mudanças sinápticas que ocorrem com o envelhecimento são pouco compreendidas. Recentemente, descobrimos que o aumento da oferta de espermidina está relacionado à supressão da perda de memória com a idade. Aqui, demonstramos que um compartimento sináptico específico, a zona ativa pré-sináptica (ZA), aumenta a extensão de sua elaboração ultraestrutural e libera significantemente mais vesículas sinápticas com o avançar da idade. Estes achados induzidos pela idade sobre a ZA, entretanto, foram totalmente suprimidos pela ingesta de espermidina... Isso indica que a administração de espermidina suprime as alterações de memória idade dependente diretamente na sinapse.

FRAGMENTO DO LIVRO A FILOSOFIA ROSACRUZ EM PERGUNTAS E RESPOSTAS VOL. 1 - PERGUNTA 7:
            Qual o propósito da divisão dos sexos?
            A divisão dos sexos foi efetuada num estágio bem antigo da evolução humana, quando o homem ainda não tinha cérebro ou laringe. Metade da força criadora foi, então, dirigida para cima, para que estes dois órgãos pudessem ser construídos. O cérebro foi criado com o intuito de permitir a evolução do pensamento, que torna o homem capaz de criar no Mundo Físico. Casas, cidades, navios, ferrovias, tudo quanto é realizado pela mão do homem, é pensamento humano cristalizado. A laringe foi também formada pela força criadora do sexo, para que o homem pudesse expressar seus pensamentos. A conexão entre estes órgãos e a força expressa através do órgão criador inferior, torna-se evidente ao lembrarmo-nos que a voz do menino, que possui a força criadora positiva, muda na época da puberdade, quando ele se torna capaz de perpetuar a sua espécie. Recordamos também que o homem que abusa da energia sexual torna-se um idiota, enquanto o pensador profundo, que concentra quase toda a sua força criadora no pensamento, terá pouca ou nenhuma inclinação para as práticas amorosas de natureza sexual.
       Antes desta divisão, o homem era, a exemplo de certas plantas, uma unidade criadora completa capaz de perpetuar a sua espécie sem o auxílio de outrem. As faculdades de pensamento e da fala foram adquiridas em detrimento desta força criadora; mas hoje, esta metade da força criadora, que é expressa através do cérebro e da laringe, pode ser empregada na criação dos elementos terrenos - casas, navios etc.

SAÚDE É CONSCIÊNCIA
Semelhanças entre Espermatozoides e Neurônios

      O referido estudo europeu sugere e mostra o efeito neuroprotetor da espermidina, essa substância presente no esperma. Não discute, no entanto, se resguardar a eliminação do esperma pode ter alguma função neuroprotetora sobre a preservação sináptica e, portanto sobre a capacidade de neuroplasticidade encefálica. Por outro lado, de acordo com a abordagem da referida filosofia, tal associação é tida como fato.


Será que a ciência caminha em direção a essa conclusão também? Mídia e sociedade, no aspecto grande massa, curiosamente, observemos, se deliciam ao toque dos impulsos de natureza libidinosa, estimulantes primários da sociedade de consumo. Apesar de observar isso tudo ser muito divertido é preciso estar disponível, se não para mudar, ao menos para compreender o atual estado das coisas. Após a constatação dos efeitos neurodegenerativos do álcool, a ciência espreita agora os “prazeres da carne”, mas a pergunta que não cala é: será que o “Rock n roll” e variações escaparão dos ensaios científicos e suas conclusões? Acompanhemos de perto os próximos empolgantes capítulos da novela do humano em evolução e quem sabe saberemos, claro se a memória permitir!
      Para os que se recusam a esperar, os aficionados em saúde e também os apreciadores de estudos sobre doenças, vale a pena uma olhadinha no que a ciência já descreveu a respeito dos efeitos antiproliferativos da espermina e da espermidina sobre alguns tipos de câncer.

Mais um capítulo insólito da comédia humana e suas descobertas.

domingo, 1 de janeiro de 2017

ASTROLOGIA - CORINNE HELINE - OS DOZE DIAS SAGRADOS

Do Livro "O Mistério de Cristo", que culmina a série de 7 volumes sobre Interpretação da Bíblia para a Nova Era, escrito por Corinne Heline e que tem a seguinte dedicatória:
"Ao Meu Reverendo Instrutor e Amado Amigo MAX HEINDEL, quem me apoiou para que empreendesse este trabalho, cuja assistência e inspiração tem sido incalculável". 

PRELÚDIO
Existe uma crença muito difundida de que o dia 25 de dezembro, data da celebração do Natal, termina o Festival Espiritual da estação do Solstício de Dezembro.
Não é verdade.
Pelo contrário: não se trata de um encerramento, mas sim de um começo; aquela data marca o ingresso em um período do mais profundo significado.
Este período consiste no intervalo de doze dias entre o Natal e o Dia de Reis, esses dias constituem o coração espiritual do ano que se aproxima. São eles, verdadeiramente, o Sanctum Sanctorum ou o Santo dos Santos do Novo Ano, o lugar-tempo mais sagrado de cada ano que terá início.
Estas linhas foram escritas para aqueles que se dedicam seriamente ao estudo dos Mistérios Cristãos. Moveu-nos tão só o propósito de ajudar esses estudantes a colocarem-se em uma sintonia tão perfeita quanto possível com as doze forças zodiacais libertadas sobre a Terra durante esses doze dias e durante os doze meses solares correspondentes.
Cada um dos doze Dias Sagrados está sob a influência direta de cada uma das Doze Hierarquias Zodiacais. Cada uma destas, por sua vez, projeta sobre o planeta um padrão cósmico do mundo, um modelo de perfeição tal como o mundo será quando a obra conjugada das doze Hierarquias por fim se completar.
Do mesmo modo, os Doze Discípulos correlacionam-se com os Doze Dias Sagrados, tal como se correlacionam os doze centros espirituais do homem, através dos quais as referidas doze forças operam sobre o corpo-templo físico do ser humano.
Convidamos cada estudante, efetivamente interessado e sincero, a empregar este período sagrado para esforçar-se na visualização da perfeita obra realizada pelas Hierarquias. Deve meditar sobre a vida e os atos dos Discípulos (1). Concentrar-se na focalização das radiações espirituais, procedentes das Hierarquias, através dos centros internos de seu corpo com os quais elas particularmente sintonizam-se.
Se o aspirante for firme e persistente neste esforço, ano após ano, certamente não deixará de receber uma maravilhosa compensação sob a forma do mais surpreendente desenvolvimento espiritual.
A partir do momento em que, no dia do solstício de dezembro, a Luz de Cristo penetra no coração da Terra, o planeta é literalmente varrido por poderosas radiações solsticiais que persistem, mesmo que um tanto atenuadas, durante os Doze Dias Sagrados (2).
Muitas e maravilhosas são as atividades que se processam então nos planos interiores, ou sutis, tanto do planeta quanto do homem.
A Igreja Cristã primitiva terminava o seu ministério esotérico na mística Noite de Reis com o Rito do Batismo, uma das mais elevadas Iniciações.
Os neófitos modernos que alcançaram a iluminação sabem que é possível, nesse momento, entrar em comunhão com os Seres Divinos e com o Senhor da Luz. Foi uma experiência dessa índole que inspirou o Evangelho de São João, universalmente conhecido como o Evangelho do Amor.
Nas trevas exteriores da era histórica que atravessamos o homem perdeu, em larga medida, o verdadeiro contato com a Luz do Cristo, e com as potencialidades de renovação espiritual dos Doze Dias Sagrados.
As tribulações que a alma humana atualmente padece acrisolarão o homem na busca e finalmente no encontro dessa tão ansiada renovação, fazendo com que a Luz do Cristo resplandeça sobre todos os dias de sua vida, em uma exultante consagração permanente, ano após ano.
Possa este livro cumprir a sua missão, servindo o leitor e ajudando-o a percorrer a senda de um tão belo quão transcendental objetivo.
(1) A Autora usa preferencialmente o termo "Discípulo" para os Apóstolos de Cristo, a fim de marcar bem a importância da situação de discipulado em relação ao Mestre. Dos seus muitos discípulos, Jesus escolheu doze com propósitos bem definidos, nomeadamente a missão de propagar a Boa Nova (Evangelho significa "Boa Mensagem") pelo mundo. Este aspecto peculiar é indicado pelo termo grego apóstolos, que significa chefe de uma expedição, deputado ou delegado, enviado em determinada missão (NT).
(2) Segundo a Filosofia Rosacruz, em cada solstício de dezembro o transcendente Raio Crístico penetra na terra, insuflando-a de vida germinal, e só retira-se quando consuma sua missão, no equinócio de março, ocasião da Páscoa (NT).

ÁRIES
O dia 26 de Dezembro é dedicado à Hierarquia de Áries.
Essa Hierarquia estabelece o padrão cósmico de vida durante o mês em que o Sol percorre signo de Áries (de 20 de Março a 21 de Abril). Áries mantém o mundo envolto no modelo arquetípico de uma Terra tornada perfeita. A nova Terra e o novo Céu tais como foram visionados por São João, e descritos no seu sublime Apocalipse.
De acordo com todos os calendários sagrados Áries inicia o Ano Novo solar. É chamado, por isso, o signo da consciência ressurreta. Quem tiver atingido este grau de consciência, somente vê e conhece o divino que habita em todas as pessoas, coisas, circunstâncias, condições e acontecimentos. Ver o Lado Divino em tudo é o fator motivacional do período permeado pela influência de Áries.
Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Áries é Tiago, irmão de João. Foi ele o primeiro a responder ao apelo ao discipulado. Foi ele igualmente o primeiro a trilhar a senda do martírio, como um verdadeiro pioneiro espiritual. As virtudes cultivadas por Tiago inspiram e concentram os esforços do aspirante à vida superior, portanto sua vida deve ser estudada durante o mês solar de Áries.
Centro Corporal: O centro corporal relacionado com Áries é a CABEÇA, e a Hierarquia emite um padrão de cabeça humana inexcedível de maravilhosa e divina perfeição. O estudante deve esforçar-se por visualizar tanto a cabeça como os respectivos órgãos espirituais - glândulas pineal (epífise) e pituitária (hipófise) - despertos e iluminados, exercendo todas as suas funções em plena maturidade.
Pensamento Semente: o pensamento semente bíblico, para a meditação no dia 26 de Dezembro, tal como durante todo o mês solar de Áries (20 de março a 21 de abril) é a seguinte citação do Apocalipse:
Eis que faço novas todas as coisas. Apocalipse 21:5
Recomenda-se aos estudantes meditarem sobre o significado íntimo e profundo desta passagem, enquanto os ritmos vibratórios de Áries envolvem e penetram o Corpo da Terra.
Confia em ti; eis a corda de aço que fará vibrar qualquer coração. (EMERSON: Self-Reliance) 

TOURO

O dia 27 de Dezembro é dedicado à Hierarquia de Touro. Também é dedicado à mesma hierarquia todo o mês solar de Maio (que vai de 21 de Abril a 22 de Maio).

O reino dos arquétipos cósmicos é presidido por esta Hierarquia. O aperfeiçoamento das formas (minerais, vegetais, animais e humanos) é o padrão com o qual envolve e permeia o Corpo da Terra.

Amor e harmonia são as forças que derrama continuamente sobre o nosso planeta. Portanto, devemos dedicar o dia 27 de Dezembro e o mês solar de Maio ao objetivo de transformarmo-nos em um canal perfeito para receber e dar amor e harmonia nas variadíssimas experiências da vida, sejam elas aprazíveis ou dolorosas, maravilhosas ou mortificantes.

Apóstolo: O Discípulo associado com Touro é André, cuja marca distintiva é a humildade. Este é um dos atributos mais importantes que o aspirante deverá esforçar-se por cultivar. Desenvolvida ao mais elevado grau, a virtude da humildade constitui um dos mais possantes e extraordinários poderes anímicos.

Centro corporal: A GARGANTA é o centro corporal regido por Touro. Nos aperfeiçoados corpos humanos da Nova Era, a vindoura Idade da Nova Galiléia, a garganta será um centro luminoso, donde irradiará a Palavra de Poder ou Verbo Criador.

Pensamento Semente: O pensamento semente bíblico para meditação durante o segundo dos Doze Dias Sagrados (27 de Dezembro) e durante o mês solar de Maio (21 de Abril a 22 de Maio) consiste no seguinte:

Quem permanece em amor, permanece em Deus. (Primeira Epístola de João 4:16).

Os aspirantes devem meditar sobre o profundo significado desta passagem durante todo o período em que os ritmos vibratórios de Touro interpenetram a esfera terrestre.

Aprendemos que Deus É; que Ele Está em mim; e que todas as coisas são sombra d’Ele. (EMERSON: Circles)


GÊMEOS



O dia 28 de Dezembro é dedicado à Hierarquia de Gêmeos, tal como lhe é dedicado todo o mês solar de Junho (que vai de 22 de Maio a 22 de Junho). Com o padrão cósmico da grande paz a Hierarquia de Gêmeos envolve e permeia o Corpo da Terra. A futura raça em Cristo terá por herança:

A paz que excede todo o entendimento. (Filipenses 4:7)

Três são as qualidades a serem cultivadas durante o período de Gêmeos:

A paz, o equilíbrio e a serenidade.

São Paulo conquistou essas qualidades, portanto afirmou com autoridade:

Nenhuma destas coisas me move (coisas do mundo externo).

 Bem canta o Salmista (Salmo 22 (23): 2) acerca dos elevados atributos da Hierarquia de Gêmeos:

"Em verdes prados fez-me repousar; conduz-me junto às águas refrescantes".

Centro Corporal: Gêmeos governa as MÃOS. Durante o dia e o mês indicados as mãos deverão ser visualizadas como maravilhosas flores aromáticas, irradiantes de luz e dotadas com as preciosas dádivas de curar e conceder bênçãos.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Gêmeos é Tomé. Tornou-se tão intimamente identificado com Cristo que suas dúvidas, normais para o intelecto mortal, foram transcendidas por uma realização dinâmica dos poderes Crísticos já latentes em seu íntimo. Muitos e maravilhosos foram os milagres por ele praticados como consequência de sua transformação.

Pensamento Semente: O pensamento semente bíblico, para meditação, no dia 28 de dezembro e durante o mês solar de Junho, de 22 de maio a 22 de junho propõe:


Aquietai-vos, e sabei que Eu sou Deus. (Salmo 45 (46):10)

Os aspirantes deverão meditar intensivamente sobre o significado profundo desta passagem durante todo o período em que os ritmos vibratórios de Gêmeos interpenetrarem o planeta Terra.

Deus entra em cada indivíduo por uma porta secreta. O ato de pensar pertence à mente muito antes do homem atingir a idade da reflexão. (EMERSON: Intelect)

 CÂNCER

O dia 29 de Dezembro é dedicado à Hierarquia de Câncer, do mesmo modo que lhe é dedicado o mês solar de julho, de 22 de junho a 23 de julho. A Hierarquia de Câncer envolve o Corpo da Terra em um padrão cósmico de exaltação do: divino princípio feminino em todas as coisas criadas.

O signo de Câncer é a Casa da Gloriosa Mãe do Mundo, um elevado Iniciado da referida Hierarquia. Esta exaltada Entidade, e o princípio que Ela preserva, são reconhecidos e divinizados em todas as grandes religiões do mundo.

Áries incumbe-se da vida;

Touro da forma;

Gêmeos da inteligência;

Câncer da alma.

A alma no sentido de reveladora da verdade. Por conseguinte o mês de Câncer deverá ser devotado à busca daquela excelsa LUZ que jamais se viu em terras ou mares.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Câncer é Nataniel. Constitui o exemplo mais acabado do místico límpido, isento de ardis e incapaz de astuciosos enganos.

Centro corporal: O centro corporal governado por Câncer é o PLEXO SOLAR, também identificado com o "Sol do estômago". Nos tempos pré-cristãos este centro era reverenciado com máxima importância, conforme o percurso iniciático do candidato. Na futura raça cristicizada o plexo solar será novamente posto em ligação com o espírito, e o sistema nervoso simpático transformar-se-á na coluna feminina do corpo-templo do ser humano.

Pensamento Semente: Recomenda-se para meditação no dia 29 de Dezembro, e durante o mês solar de Julho (22 de junho a 23 de julho), o seguinte pensamento semente bíblico:

Se andamos na Luz, como Deus na Luz Está, então seremos fraternais uns com os outros. (Primeira Epístola de João 1:7)

Os aspirantes à vida superior que meditarem fiel e perseverantemente no real e profundo significado desta passagem, enquanto os ritmos vibratórios de Câncer atravessarem a nossa esfera terrestre, serão recompensados não só com a compreensão mas, sobretudo com a maravilhosa experiência desse sentimento fraterno.

Não somos capazes de deixar que os nossos anjos se vão embora. Não vemos que eles vão unicamente para que os arcanjos possam vir... Não acreditamos nos ricos de espírito. (EMERSON: Compensation) 


LEÃO

O dia 30 de Dezembro e o mês solar de Agosto, de 23 de julho a 24 de agosto, são dedicados à Hierarquia de Leão.

O padrão cósmico induzido por esta hoste de Seres celestiais faz com que a Terra seja penetrada pelo poder do amor, o qual como sabedoria divina, se entretece indissoluvelmente em todos os meandros da “maquina” da natureza, enquanto esta hierarquia mantém a sua influência sobre o nosso planeta. Neste período todas as atividades deverão ser motivadas por este poder. Cada pensamento deverá irradiar amor. Que cada palavra seja uma vibração de amor. Que cada ação seja embelezada pelo amor.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Leão é Judas Iscariotes. É o quanto basta para se compreender o grande poder transfigurativo do amor. Existe uma íntima relação entre Judas e João:

Judas é a tipificação da personalidade (corpo: físico, de desejos, mental).

João é a tipificação do espírito (espírito: divino, de vida, humano).

Atribui-se um profundo significado ao fato de Judas, após sua traição ao Cristo, ter posto fim à própria vida. É imprescindível que a personalidade se abata, ou se desvaneça, com a finalidade de proporcionar mais força para o crescimento do espírito.

São Paulo enfatiza a necessidade da personalidade subordinar-se ao espírito quando adverte os aspirantes da senda Crística:

Matem em si mesmos o “velho” dando lugar ao nascimento do “novo”. (Efésios 4:22).

Gradualmente, a natureza do amor inferior no homem (relacionada inteiramente com a vida centrada na personalidade, que é transitória e, portanto deve morrer como Judas) vai sendo suplantada pela natureza do amor superior, evidenciada por João, o Discípulo Amado que não conheceu a morte. Dos Doze Imortais foi ele quem mais próximo esteve do Coração do Mestre.

Centro Corporal: O centro do corpo associado a Leão é o CORAÇÃO. À medida que este centro desenvolver as suas potencialidades divinas, tornar-se-á cada vez mais potente e luminoso, então sua radiância alcançará o fulgor da:

Estrela do dia que resplandece até que o dia se torne perfeito.

Pensamento Semente: O amor é pois o tema do pensamento semente bíblico indicado para meditação em 30 de Dezembro e durante todo o mês solar de Agosto (que vai de 23 de Junho a 24 de Agosto):

O amor é o cumprimento da Lei. (Romanos 13:10)

            Recomenda-se a todos os aspirantes à vida superior concentrarem-se no sentido mais profundo desta passagem enquanto os ritmos vibratórios de Leão envolverem e atravessarem o Corpo da Terra.

Amor é a palavra mais elevada que possuímos. É sinônimo de Deus. (EMERSON: Love)


VIRGEM

O dia 31 de Dezembro e o mês solar de Setembro, de agosto 24 a setembro 23 são dedicados à Hierarquia de Virgem.

O Amor de Leão conduz ao Serviço de Virgem.

Aquele maravilhoso Ser Divino que conhecemos como a Mãe Do Mundo é o protótipo das Madonas de todas as grandes religiões. No percurso da Senda dos Mistérios, Virgem é a Mestra das Altas Iniciadas, conforme o estágio e o progresso alcançados.

Enquanto o raio de Virgem permeia a nossa esfera planetária, a respectiva Hierarquia envolve o planeta com o padrão cósmico de uma Terra purificada e rejuvenescida.

 Ao se atingir certo grau de desenvolvimento espiritual, a pureza passa a despontar como um fortíssimo poder anímico. Fato tão verdadeiro que nosso Senhor Cristo-Jesus não deixou de salientar quando afirmou:

“Os puros de coração verão a Deus”.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com o signo de Virgem é Tiago o Justo, irmão de Judas Tadeu e de Simão. Durante muitos anos ele foi reverenciado como cabeça da primitiva Igreja de Jerusalém. Tornou-se largamente conhecido pela pureza de seu caráter e por sua consagração ao serviço desinteressado e inegoísta.

Centro Corporal: O centro físico do corpo-templo do ser humano, correlacionado com Virgem, é o TRATO INTESTINAL. O aspirante deve visualizar esse órgão em pleno funcionamento, manifestando a máxima perfeição em todas as suas funções vitais.

Pensamento Semente: O pensamento semente bíblico para meditação no dia 31 de Dezembro e durante o mês solar de Setembro apresenta-se a seguir:

Que o maior dentre vós seja o servo de todos. (Mateus 23:11)

Aqueles que sinceramente aspiram ao desenvolvimento espiritual deverão meditar no profundo significado desta magnífica passagem, enquanto os ritmos vibratórios da Hierarquia de Virgem estiverem a atravessar e influenciar o nosso planeta.

É imperioso que invoquemos o parecer da suprema prudência e perguntemos porque a saúde, a beleza e o gênio hão de ser exceção, em lugar da regra. (EMERSON: Prudence)



LIBRA

O dia 1 de Janeiro e o mês solar de Outubro, que vai de setembro 23 a Outubro 24 são dedicados à Hierarquia de Libra.

O padrão cósmico irradiado por esta Hierarquia é a beleza do mundo. Sua marca é visível em toda e qualquer paisagem, nuvens, rios ou arvoredo, em suma em cada forma física empregada para a necessária evolução de todas criaturas habitantes dos quatro reinos da natureza: mineral, vegetal, animal e humano.

A beleza e a harmonia são os distintivos de Libra.

Por conseguinte, seja qual for o ser que se manifeste sob a influência deste signo celestial, exprimirá tais atributos divinos.

Quando a humanidade receber essa influência em toda a sua plenitude, serão completamente abolidos o sofrimento, a pobreza, a doença e as desarmonias.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com as qualidades de Libra é Judas Tadeu. Este apóstolo foi um servo do belo. Como devocional venerador da inexcedível Beleza Divina realizou um grande número de obras, todas elas de resultados duradouros e também de vasto alcance espiritual.

Centro Corporal: O centro do corpo humano relacionado com Libra situa-se nas GLÂNDULAS SUPRARRENAIS. Estas glândulas, quando em bom estado de funcionamento, proporcionam um equilíbrio perfeito, tanto físico como psicológico, entre cada órgão do corpo e suas respectivas funções.

Pensamento Semente: O pensamento semente bíblico para meditação no dia 1 de Janeiro e durante o mês solar de Outubro (23 de Setembro a 24 de Outubro) assevera:

Conhecereis a verdade, a verdade vos libertará. (João 8:32)

Grandiosos são os significados internos dessa passagem. O aspirante deverá meditar neles durante o 1º de Janeiro e em cada um dos dias do mês solar em que os ritmos vibratórios de Libra estão focalizados sobre a Terra.

A beleza não surgirá por imposição desta ou daquela lei, nem repetirá na Inglaterra, ou na América, a história que viveu na Grécia. Virá, como sempre, sem se fazer anunciar e brotará aos pés dos valorosos e sinceros. (EMERSON: Art)



ESCORPIÃO

O dia 2 de Janeiro e o mês solar de Novembro, 24 de Outubro a 23 de Novembro são dedicados à hierarquia de Escorpião.

A Hierarquia de Escorpião esforça-se no sentido de estabelecer, na Terra, o padrão cósmico da plenitude alcançada através da transmutação da matéria em espírito.

Mediante este processo as essências sublimadas da mente e do corpo fundem-se, ou englobam-se, com as forças do espírito.

Apóstolo: Temos em João, o Discípulo Amado, a perfeita correlação com Escorpião. A transmutação foi a nota chave de sua vida. Progrediu tanto na divina ciência da transmutação da matéria em espírito que nunca chegou a conhecer a morte.

Centro Corporal: Os ÓRGÃOS REPRODUTORES são o centro físico correlacionado com Escorpião. Em um aspirante zeloso e seriamente empenhado na senda da vida superior, o centro de transmutação localiza-se nesses órgãos.

 Tal como já foi exposto no período correspondente a Leão, existe uma íntima relação entre Judas Iscariotes (a personalidade) e João (o espírito). Judas deve morrer para que João possa reinar soberanamente.

Há também uma forte correlação entre o coração (Leão) e o sistema reprodutor (Escorpião). Tanto quanto a personalidade sustentar o domínio, na mesma proporção o espírito permanecerá subjugado.

O coração assumirá seu legítimo posto de comando somente quando a personalidade redimir-se e, voluntariamente, erguer-se até a individualidade espiritualizada.

No corpo do homem Cristicizado, a paixão transmutar-se-á em amor divino.

Pensamento Semente: Durante o dia 2 de Janeiro e durante o mês solar de Novembro (24 de Outubro a 23 de Novembro), o pensamento semente bíblico para meditação evoca:

Bem aventurados os puros de coração porque verão a Deus. (Mateus 5:8)

É fundamental que o aspirante concentre-se no profundo significado destas inspiradoras palavras, quer no segundo dia do ano, quer durante todo o mês correlativo, em que os ritmos vibratórios de Escorpião inundam o Corpo da Terra.

A autoconfiança é a essência do heroísmo. (EMERSON: Heroism)



SAGITÁRIO

O dia 3 de Janeiro e o mês solar de dezembro, 23 de Novembro a 22 de dezembro, são dedicados à Hierarquia de Sagitário, os Senhores da Mente.

O padrão cósmico induzido por estes Seres Gloriosos é o da Terra transformada em um vasto relicário irradiante, graças à Aura Dourada da suprema Luz do Mundo.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Sagitário é Filipe. Antes de ter encontrado o Senhor, não fazia a menor ideia do que poderia significar em sua vida, possuir uma mente cosmicamente espiritualizada ou Cristicizada. Este apóstolo era essencialmente um mentalista.

Porém, depois que a Luz de Cristo resplandeceu sobre ele, tornou-se digno de figurar entre os Doze Imortais.

Centro Corporal: Sagitário opera por meio do PLEXO SACRO, ligação de fibras nervosas localizada na base da medula espinhal (região do sacro). A medula espinhal, que conecta o plexo sagrado ao cérebro, também a Senda do Discipulado.

Quando um aspirante vive uma vida essencialmente motivada por um anelo puro e santo, o fogo espiritual medular enrolado no interior do plexo sagrado desperta e sobe através da medula espinhal até os dois órgãos espirituais localizados na cabeça, a glândula pineal (ou epífise) e a glândula pituitária (ou hipófise).

É por este processo que a mente do homem Cristiciza-se. Razão pela qual Sagitário seja sempre simbolizado pela Luz, a Luz da mente espiritualizada.

Pensamento Semente: Quando devidamente assimiladas, e transmutadas em valores anímicos, as experiências da vida cotidiana tornam-se verdadeiros degraus que permitem a ascensão do aspirante, congraçando-o com a Luz Divina Universal. A Luz que ilumina todo e qualquer ser humano que venha ao mundo. Foi para esses aspirantes que o Mestre falou quando afirmou:

Vós sois a luz do mundo.  (Mateus 5:14)

Este é o pensamento semente bíblico para meditação no dia 3 de Janeiro e durante o mês solar de Dezembro (23 de Novembro a 22 de Dezembro), quando a Hierarquia de Sagitário inunda a Terra com os seus ritmos vibratórios.

Inexprimíveis bênçãos aguardam aqueles que meditarem na promessa que essa passagem encerra.

Nas minhas singelas conversas com amigos, colegas e vizinhos, quantas vezes sinto, dentro de cada um de nós, algo de mais elevado transpassar por estas ações triviais. O Divino em mim acena diretamente para o Divino neles... Os homens descem para se encontrar. (EMERSON: The Over-Soul)



CAPRICÓRNIO

A dedicatória para 4 de Janeiro e o mês solar de Janeiro, 22 de dezembro a 20 de Janeiro, é à Hierarquia de Capricórnio. Esta Hierarquia é constituída pelos Seres Arcangélicos liderados por Cristo. Deles provém a maravilhosa energia que eleva o homem à Estatura do Mestre.

Através do signo de Capricórnio os Salvadores do mundo, ou Avatares, encarnam em nosso plano de existência.

O padrão cósmico produzido por esta Hierarquia configura o esplendoroso modelo de vida que forjará a existência quando o espírito de Cristo manifestar-se a toda humanidade. Então o nosso planeta responderá à sua própria nota chave musical, que foi pela primeira vez entoada por Anjos e Arcanjos quando, na Noite Santa, há 2000 anos, cantaram:

Paz na Terra e boa Vontade entre os homens.

Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Capricórnio é Simão, irmão de Tiago e de Judas Tadeu. Embora Simão estivesse ligado ao Senhor por laços familiares, mostrou-se particularmente relutante em aceitar a divindade do Mestre. Mas quando finalmente foi desperto pelo Cristo, a sua incansável dedicação demonstrou-se completa e incondicional. O Seu único desejo concentrou-se em: servir o Senhor. Nem a morte nem a vida tiveram para ele qualquer significado fora desse ideal.

Centro Corporal: O centro corporal relacionado com o signo de Capricórnio é duplo, e reside nos JOELHOS. Quando o Cristo desperta no ser interno do homem, ambos esses pontos apresentam-se como dois vórtices rodopiantes de gloriosa luz.

Pensamento Semente: A Epístola de São Paulo aos Gálatas oferece-nos o tema de meditação para o dia 4 de Janeiro e durante todo o mês solar de Janeiro (22 de Dezembro a 20 de Janeiro):

Que o Cristo seja formado em vós. (Gálatas 4:19)

Os aspirantes deveriam meditar neste pensamento semente bíblico até que o seu sentido profundo entre em harmonia com os ritmos a vibratórios com que a Hierarquia de Capricórnio faz pulsar a Terra.

Somente o finito é modelável e, por isso, sofre. O infinito permanece inalterável, em um sorridente repouso. (EMERSON: Spiritual Laws)

AQUÁRIO
O dia 5 de Janeiro e o mês solar de Fevereiro, de 20 de Janeiro a 19 de Fevereiro, são dedicados à Hierarquia de Aquário.
Naquele dia e durante este mês, esta Hierarquia envolve a Terra em um padrão cósmico que incorpora os ideais da Paternidade de Deus (Deus enquanto PAI) e da Irmandade dos homens (os homens como irmãos), fundamento daquela qualidade de AMIZADE destinado a expandir-se até que abranja todo o mundo.
O aspirante deverá conservar este ideal no “Santo dos Santos” da sua alma, evitando que o espírito feito carne seja profanado por quaisquer ações, palavras ou pensamentos menos dignos. Trabalhar por encaminhar o espírito à manifestação é a missão de Aquário, o divino “aguadeiro” ou transportador da “água dos Céus”.
 Graças à influência benigna da hierarquia de Aquário, o amor tornar-se-á a força motivadora de tudo o que vive. Nesse dia de júbilo, tal como São Paulo profetizara, uma humanidade emancipada há de plenamente estabelecer:
O amor como cumprimento da lei.
 Com outras palavras: todas as leis se fundamentarão no amor, e por sua vez, o amor promoverá o cumprimento de todas as leis.
Aquário é o lar dos Anjos, e como já dissemos, descreve a vida rejubilante desses Seres Celestiais.
Apóstolo: O Discípulo correlacionado com Aquário é Mateus, o publicano rico e pecador, que ao ouvir a voz do Mestre deixou tudo e alegremente seguiu-O. Renunciou a todos os bens mundanos, mas em troca obteve a sublime recompensa de uma espiritualidade cuja bem expressiva manifestação é o imortal Evangelho que traz o seu nome. Uma herança incalculável para toda a humanidade.
Centro Corporal: Os órgãos corporais correlacionados com Aquário são os DOIS MEMBROS INFERIORES. São eles as duas colunas do corpo templo do ser humano, e o aspirante deve visualizá-los como perfeitamente coordenados em movimento e simétricos em sua forma.
Pensamento Semente: O pensamento semente bíblico para meditação em 5 de Janeiro e durante o mês solar de Fevereiro vem a seguir:
Vós sois meus amigos. (João 15:14)
Se o aspirante concentrar-se nos sutis significados contidos nestas quatro palavras e os mantiver bem vivos na consciência, enquanto os ritmos aquarianos vibrarem em torno e através do Corpo da Terra, sensivelmente expressiva será a sua iluminação.
Um amigo é alguém com quem posso ser sincero. Diante dele posso pensar em voz alta. (EMERSON: Friendship)

PEIXES
O dia 6 de Janeiro e o mês solar de Março, de 19 de Fevereiro a 20 de março, são dedicados à Hierarquia de Peixes. Esta é a Hierarquia trabalha com a finalidade de conduzir à manifestação o PRINCÍPIO UNIFICADOR em toda a criação. Com perfeição Ralph Waldo Emerson definiu este princípio de Peixes quando escreveu:
O Imperfeito adora o Perfeito que há em mim. A Vida não é um amontoado de remendos e fragmentos, senão uma gloriosa Unidade Divina.
Peixes, sendo o último signo, precede ao nascimento do Ano Novo Espiritual. Portanto, delimita o crepúsculo da vida que passou e a aurora de uma nova vida a despontar. Proporciona um período de recapitulação e de autoexame.
A Hierarquia de Peixes envolve a Terra com o padrão cósmico gerador do homem perfeito, criado segundo a imagem e semelhança de Deus e, por conseguinte capaz de manifestar a essência divina contida em si mesmo.
A nota chave de Peixes é a do Homem Semelhante a Deus, tal como já fora o padrão cósmico de Áries. Na verdade, o aperfeiçoamento do homem constitui labor divino das Doze Hierarquias criadoras desde os primórdios da evolução humana. Quando esse labor atingir o seu ponto máximo, culminante, encontrar-se-á sob o ministério da Hierarquia de Peixes.
Apóstolo: Discípulo correlacionado com Peixes é Pedro (o instável, o homem-onda), oscilando entre o juramento de fidelidade e a negação do Mestre. Porém, no momento em que, através da fé, foi-lhe despertado internamente o princípio Crístico, transformou-se em Rocha da Iniciação (Pedro = Pedra), sobre a qual foi fundada a igreja.
Centro Corporal: O centro corporal relacionado com o signo de Peixes é duplo: são os PÉS. Na maior parte da raça humana este centro está, ainda, longe de encontrar-se desperto. Na visão de Fátima as crianças descreveram particularmente as belas rosas que floresciam nas mãos e nos pés da Santíssima Senhora.
Será a partir de seus centros vitais que o corpo, feito à imagem e semelhança de Deus, iluminar-se-á de flores despertas tal como estrelas cintilantes. Santificando o corpo físico, tecemos o dourado manto nupcial, descrito por São Paulo como corpo-alma ou glorioso manto celestial. Foi a visão deste luminoso veículo na Memória da Natureza, por ele testemunhada, que o levou a declarar em exaltação:
O homem é um pouco menos do que os anjos e não manifesta ainda o que realmente é. (Hebreus 2:7)
Pensamento Semente: Para meditação no dia 6 de Janeiro e durante o mês solar de Março (19 de Fevereiro a 20 de Março), enquanto os ritmos vibratórios de Peixes atravessam o Corpo da Terra, recomenda-se o seguinte pensamento bíblico:
E Deus creou o homem à Sua imagem. (Gênesis 1:27)
Durante os Doze Dias Sagrados entre o Natal e o Dia de Reis a Terra acha-se envolvida pela arcangélica Luz de Cristo. A fragrância da Sua aura transcendente compenetra o planeta com um perfume precioso, como uma mistura dos aromas das mais belas rosas e dos mais puros lírios. Essa radiante luz, e a fragrância curativa que delas emana, são gradualmente absorvidas pela Terra durante este intervalo sagrado, tornando-o, por conseguinte, o período ideal para que a alma aspirante devote-se a empreender, e a trilhar, a Senda da Santidade.
Na superfície manifesta-se uma infinita variedade de coisas. No centro está a simplicidade da Causa. (EMERSON: History)